Paulinho é deputado. E agora?

10 de fevereiro de 2020 0 Por Jonas Filho

Paulo Marinho Júnior assume a vaga de deputado federal amanhã. Hoje à noite(10/02) durante a sessão ordinária, enviou uma carta anunciando sua renúncia do cargo de vice-prefeito.
Agora o presidente da Câmara acumula também o cargo que era de Paulinho.
Num tom desafiador e prepotente, Catulé mandou o recado para o prefeito Fábio Gentil. Quem esteve lá percebeu que a pegada daqui pra frente só tende a se agravar. Os cenários começam a ter formatações diversas e aquele clima morno de fim de ano passou. Paulinho pode ser candidato a prefeito e aumentar as dores de cabeça de FG. A Câmara pode ter a formação de um bloco, que em nenhuma hipótese, vai compor com o alto clero, termo aplicado aos vereadores mais bem aquinhoados e com uma lista considerável de benesses palacianas. Isso naturalmente irá acontecer porque há, notadamente, uma nítida divisão de força e cargos, onde a Trindade Legislativa, composta por Catulé, Mário e Ximenes, abocanham uma quantidade enorme de espaços na Viúva, cedendo assim pouco terreno para os vereadores “novatos”.
Não se sabe ao certo como será o fim dessa novela, mas podem ter certeza que o “inimigo mora ao lado”…