Coluna da Dra.Dayana: Cheirinho de chuva….

12 de janeiro de 2020 0 Por Jonas Filho

O dia é 12 de Janeiro de 1993, eu era uma menina de apenas 10 anos, uma criança feliz brincando com a poça de água formada pela chuva na porta de casa rsrs.
Morava na Galeana (Um dos bairros que margeiam o Rio Itapecuru), um lugar de gente honesta, trabalhadora, todas as crianças estudavam na Unidade Escolar Jaime Tavares (me deu uma vontade de chorar ao escrever o nome completo da escola, mas isso é assunto para outro dia….).
Lembro da minha Mãe indo até frente da casa falar pra eu não brincar com a lama, eu logo obedecia mas bastava ela retornar para dentro de casa pra eu me juntar aos meus amigos e continuar a diversão rsrs.
Eu era muito ingênua, não entendia que o motivo da ordem dela era para evitar que eu ficasse doente em contato com aquela água, que para mim era apenas uma diversão temporária mas que na verdade era um foco de doenças resultante da completa ausência de saneamento básico no local.
Hoje em 12 de Janeiro de 2020, 17 anos depois, vejo minha filha, no mesmo lugar, muita coisa mudou: A escola fechou, eu cresci, entretanto a preocupação é a mesma: Entra governo, sai governo e a Galeana continua a sofrer com a mesma ausência de uma política pública que proteja as nossas crianças.
Quem sabe um dia as coisas mudam…..